Pages

Subscribe:

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Bandinha Rítmica





BANDINHA RÍTMICA


A Bandinha Rítmica enviada pelo MEC faz parte do Programa de Implantação de Salas de Recursos Multifuncionais. É formada por 20 instrumentos confeccionados em diversas cores, sendo: Agogô pequeno duplo infantil, Black Black, Campanela com Guizos, Castanholas, Chocalho Pequeno infantil, Clave de rumba, Conguê de coco, Flauta doce, Ganzé mirim simples, Ovinho, Dois pandeiros, Platinela, um par de pratos, Reco-reco infantil, Sininho infantil, Surdo gigante infantil, Surdo mor infantil, Triângulo infantil 15 e 20 cm.

INTRODUÇÃO
A música é naturalmente um elemento de encanto e motivação para as crianças e os instrumentos são ricos em fontes de criatividade e expressão. A Bandinha formada pelo conjunto de percussão vem ampliar as possibilidades de exploração musical desde os primeiros ritmos até pautas de outras áreas do programa escolar da criança, como sugerem as atividades abaixo. Os instrumentos deverão ser oferecidos às crianças e explorados livremente no inicio. Na sequência o professor poderá introduzir regras e promover socialização e disciplina com o uso criativo do material.

ATIVIDADES SUGERIDAS

1. EXPLORAÇÃO E RECONHECIMENTO
O professor oferece os instrumentos para o grupo e coordena a distribuição dos mesmos de modo que todos explorem todos os materiais. Depois, o professor indaga às crianças o nome dos instrumentos que elas conhecem, apresentam aqueles que elas não conhecem e a melhor forma de manuseio de cada um para obter um som harmonioso.

2. PERCEBENDO OS RITMOS
O professor escolhe um instrumento e demonstra para as crianças a variedade de ritmos que podem ser tocados com o mesmo. O professor pode utilizar músicas infantis conhecidas das crianças, classificando inicialmente a velocidade (se é lenta ou rápida), se parece um samba ou uma valsa. Depois o professor deve oferecer os instrumentos para que as crianças escolham uma música e tentem acompanhar.

3. BRINCANDO DE SONOPLASTA
O professor conta uma história que possa ser representada com som, de acordo com os acontecimentos, apontando qual criança deverá fazer o papel sonoplasta. EX: Um menino vinha andando devagar (som de passos com o pandeiro), de repente ouviu um cavalo se aproximando (batidas com tambor)

4. MAESTRO
As crianças se organizarão em fileiras, como uma pequena orquestra, e uma delas ficará a frente como um maestro. A “orquestra” deverá tocar os instrumentos de acordo com os movimentos que o maestro fizer, englobando batidas rápidas, lentas, compassadas, fracas, fortes, pausas etc. Todas as crianças deverão ter a oportunidade de brincar de maestro e tocar vários instrumentos. O professor deverá orientar o grupo quanto à organização e disciplina da orquestra.

5. RECONHECENDO O SOM DOS INSTRUMENTOS
O professor gravará o som dos instrumentos, com uma breve pausa entre um som e outro. As crianças ouvirão o som e, utilizando o instrumento, imitarão a gravação, reconhecendo qual o instrumento tocado. Poderão ainda variar a atividade desenhando a sequência dos materiais apresentados.

6. OUVINDO A DIVISÃO SILÁBICA
As crianças sentadas em círculo, com os instrumentos no centro à sua disposição. O professor prepara cartões com várias palavras e demonstra a divisão silábica de uma palavra batendo ou tocando o número de sílabas com um instrumento. Cada vez que o professor mostra um cartão com uma palavra, a criança que souber poderá pegar um instrumento, tocar e falar a palavra, simultaneamente, dividindo sílabas.

7. DESCOBRINDO A SÍLABA TÔNICA
Da mesma forma que a atividade anterior, mas dessa vez as crianças deverão tocar forte quando a sílaba for tônica e tocar fraco quando não.

8. GINCANA DE ADIVINHAÇÃO E IMITAÇÃO
As crianças são divididas em dois grupos e cada grupo recebe metade dos instrumentos da bandinha escondidos numa caixa. Escolhendo um instrumento irão representar dois representantes do grupo, um deles será o tocador e o outro o instrumento, simularão para o outro grupo tocar e o som que faz para que o grupo descubra qual o instrumento. Depois as duas crianças apresentam o instrumento real e comparam seu som. Marca ponto a equipe que acertar mais.

9. SOMA DE BATIDAS
O professor toca vários instrumentos numa sequência, com pausas, e vai contando junto com as crianças. Depois as crianças contarão sozinhas, anotando individualmente e somando as batidas de cada instrumento. EX: Quatro vezes o pandeiro, três vezes o tambor, duas vezes o caxixi etc. A seguir as crianças revelarão o resultado da soma e o professor repetirá a sequência.

10. BANDINHA COM PARTITURA COLORIDA
O professor determina uma cor diferente para cada instrumento e cola um papel ou durex colorido sinalizando cada um. Organizando uma partitura de cores, em que cada cor signifique uma batida, o professor apresentará às crianças que estarão com os instrumentos. Cada linha deve estar bem separada da outra. Quando dois ou mais instrumentos forem tocados juntos, as cores deverão estar uma embaixo da outra. De inicio, as crianças deverão treinar com uma partitura somente para apreciar a harmonia da sequência e depois o professor poderá, utilizando as cores, transcrever uma música infantil curta que as crianças já conheçam.

11. BATENDO AS HORAS
O professor escolhe uma música infantil que fale das horas e decide a hora que o relógio vai bater. As crianças sentadas em círculo, tocam os instrumentos cada vez que uma hora for completada. Quando chegar na hora que o professor escolheu, a criança que estiver tocando aquela hora levanta e informa que horas são. Com a troca das horas, os instrumentos poderão circular. Para variar a brincadeira, o professor poderá distribuir instrumentos que representam os minutos, que tocarão mais suavemente e na sequência de cada hora.

12. CONFECÇÃO DE UM LIVRO
O professor dará à criança a tarefa individual de confeccionar um pequeno livro com partituras de cores, com a utilização de duas cores para dois instrumentos. Após a colagem das cores e a confecção da capa do livro, contendo autor e nome da música inventada pelas crianças, cada uma mostrará imitando oralmente os sons que planejou na sua partitura. No decorrer das aulas, as crianças poderão ensaiar e apresentar as músicas.

13. ORIGEM DO SOM E LATERALIDADE
O professor organiza as crianças sentadas, ou em uma de cada vez. O professor fica atrás das crianças, toca um instrumento, e as crianças deverão dizer a direção de onde o som está vindo. O professor poderá escolher uma criança de cada vez, e depois o grupo todo junto. As crianças deverão responder: esquerda, direita ou meio.

14. LOCALIZAÇÃO E CONCEITOS ESPACIAIS
Utilizando uma venda nos olhos das crianças, ou em uma de cada vez, o professor se posicionará na frente da criança ou do grupo e tocará um instrumento nas diversas posições: em cima, embaixo, perto, longe, atrás, na frente, para que a criança localiza a origem do som. A intensidade deve ser mantida nas diferentes posições.

15. FANFARRA
O professor organizará e treinará o grupo para uma apresentação na escola com instrumentos da Bandinha Rítmica, seguindo a organização de uma fanfarra. Poderão ser utilizadas as partituras das cores.









OBRIGADO PELA SUA VISITA VOLTE SEMPRE...DESIGN DO BLOG:Leonardo Araújo Guedes-Dom de Educar