Pages

Subscribe:

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

FOLCLORE

CULTURA POPULAR INFANTIL 

As cantigas de roda permitem à criança:

  • O estado intermediário entre a ilusão e a realidade.

  • Permite o divertimento, a improvisação, estimula a criatividade verbal

  • Reforça  a autoestima por ouvir seu nome cantado no grupo

  • Reflete questionamentos infantis, seus sentimentos, seus medos e suas dúvidas


Coreografia: São escolhidas duas crianças para representarem o cravo e a rosa, que vão dramatizando o que os versos da cantiga propõe.

Coreografia: A roda gira na 1ª e 2ª estrofes; na 3ª estrofe, a criança cujo nome é citado toma o centro da roda e diz uma quadrinha.


 

Coreografia: colocar as crianças em fila que se move como um batalhão, com postura marcial seguindo o ritmo da macha.


c
Coreografia: Formada a roda, uma criança deve ficar no centro e na 2ª estrofe, dramatizará Pai Francisco que é cantado pela roda que para de girar e canta batendo palmas no ritmo da cantiga

Coreografia: A letra lembra conto de fadas e tanto meninas quanto meninos devem representar os personagens da canção.


Coreografia: formada a roda, uma das crianças ocupa o centro; a roda gira normalmente com todas as crianças cantando até a 4ª estrofe, que é cantada pela criança do centro escolhendo seu par, que será o sucessor




Coreografia: formada a roda são escolhidas 3 crianças que serão  os 3 cachorros que, na 2ª estrofe elegerão seus substitutos e, frente a frente com as mãos dadas, ou com ambas na cintura pula, alternando os pés. Enquanto os demais da roda batem palmas e cantam.
Coreografia: Formada uma roda, as crianças permanecem paradas, podendo ficar sentadas, com um objeto igual para todos, na mão direita. Ao ritmo da música marcando os tempos fortes, iniciam a brincadeira de passar o objeto que tem na mão direita para o vizinho da direita e receber com a mão esquerda o objeto do vizinho da esquerda, trocando rapidamente de mão.


Coreografia: Formada a roda inicia-se a canção com todas as crianças voltadas para o centro. Quando a cantiga dita o nome de cada criança na 1ª parte, esta deve virar-se de costa para o centro. Quando tiver sido chamada todas as crianças começa a 2ª estrofe que será cantada citando novamente o nome das crianças que vão voltando a posição inicial.


PARLENDAS

Fazem parte das manifestações orais da cultura popular. São conjuntos de palavras com arrumação rítmica em forma de versos curtos, ritmo fácil que pode rimar ou não. São ainda canções infantis de pequenos versos, palavras ou expressões muito utilizada em brincadeiras de roda, jogo ou movimento corporal.

Objetivos:

  • Valorizar a cultura polular

  • Desenvolver a oralidade

  • Valorizar a leitura como fonte de prazer







fonte: Cantigas de Roda, Formação Continuada das creches Estaduais/Parlendas da Charalina, Nelson Albissú/Brinque-Book,Canta e Dança, Suzana Sanson e Graça Lima



Nenhum comentário:

OBRIGADO PELA SUA VISITA VOLTE SEMPRE...DESIGN DO BLOG:Leonardo Araújo Guedes-Dom de Educar