Pages

Subscribe:

terça-feira, 6 de julho de 2010

Movimentos Corporais



Brincadeira de Criança Como é Bom!!!

Movimentos Corporais


BRINCAR DE AVIÃOZINHO

  • Peça que as crianças fiquem com o tronco um pouco inclinado para frente.
  • Em um pé só
  • Braços abertos acompanhando a linha do ombro
  • Crianças brincam utilizando uma perna de apoio, depois trocam e apoiam outra.
  • contam até 5...10...15
PULA DUPLA

  • uma criança de frente para outra
  • De mãos dadas e pés juntos
  • Ao sinal devem tentar andar pulando juntos para um lado (3 passos) e para o outro.
  • Sem soltar as mãos
DESAFIOS DOS SACIS

  • Durante alguns minutos transforme a sala numa floresta.
  • Ao sinal do mestre as crianças começam a andar como sacis sem esbarrar no outro.
  • Depois tentam dar pulo mais alto e cair num pé só
  • Por último dão um pulo e se agacham sem tocar o chão com as mãos.
EQUILIBRIO

  • Coloque uma corda ou fita em linha reta no chão.
  • Peça para os alunos andarem em cima da fita
  • De frente (ida) e de costa (volta)
  • Juntar os pés e pular com ambos de um lado e do outro.
EQUILIBRIO COM SAQUINHOS

  • Usando saquinhos de feijão;
  • caixas de fósforo vazia ou cheia de arroz , areia ou sementes.
  • Faça com que as crianças equilibrem nos pés, na cabeça, na palma da mão, dedos...
  • Quanto mais leve o objeto mais dificil de ser equilibrado
VARAL COM PET

  •  Divida a turma em 3 ou 4 grupos
  • Na quadra amarre um barbante em varal na altura que as crianças alcancem
  • Pendure garrafas pet de cabeça para baixo na quantidades dos grupos
  • Ao sinal a primeira criança de cada grupo corre até sua garrafa e destampa.
  • A criança leva a tampa até a segunda do grupo
  • Essa deve ir lá e tampar a garrafa
  • Continua até todos participarem
BRINCANDO DE MESTRE

  • Providencie bexigas para cada criança
  • Permita que elas explorem livremente
  • Faça o papel do mestre executando movimentos variados com sua bexiga para que as crianças repitam.
ESTÁTUA

  • Distribua uma bexiga cheia para cada criança ou peça que elas encham
  • Coloque uma música e peça que elas se movimentem
  • Ao parar a música devem ficar em posição de estátua utilizando a bexiga
DANÇA DA BEXIGA

  • Distribua  a bexiga cheia para cada dupla
  • As duplas devem dançar com a bexiga entre a barriga, pernas, testa, mão sem deixar cair.

HISTÓRIA DO BONECO DE BORRACHA

Peça que os alunos fiquem em pé no pátio enquanto  o professor conta  a história.
Eles devem interpretá-la com movimentos corporais.


Era uma vez um boneco de borracha que ficava de todos os jeitos com o corpo,
 mas não falava, não fazia barulho e mexia-se bem devagar.



- Ele gostava de passear no jardim olhando as flores coloridas,
os pássaros, as borboletas e as abelhas que voavam no alto.


- De repente, veio um vento forte...Nossa!
O boneco de borracha ficou torto e agora ele anda todo torto,
virado só para um lado. E assim ele continuou o passeio.
Ufa! O vento parou, e ele então voltou ao normal.
Agora ele conseguia andar tanto para frente como para trás.


- O vento voltou de novo. Ai, ele entortou-se para frente
e anda olhando para baixo. Parece até que procura alguma coisa no chão.


- Mas de repente, o vento mudou de direção e fez o boneco
entortar-se para trás. Agora ele só vê o que está lá no alto:
O céu, os pássaros e as borboletas.


- Finalmente o vento parou de vez.
O boneco de borracha endireitou-se e
continuou o passeio observando tudo que estava ao seu redor.


- Engraçado é que quando o boneco de borracha chegava
 perto de uma árvore ficava bem magrinho e bem comprido,
do tamanho da árvore. Então o boneco andava elegante,
esticado e comprido, quase alcançando o céu.


- Quando chegava perto de uma roseira e sentia
o cheiro das rosas, o boneco ficava todo gordo e pesado,
 como um elefantinho. Para andar, até fazia um barulhão.


-Ah! O boneco de borracha estava cansado de tanto passear.
 Então ele deitou-se no chão para descansar e... surpresa!
Ele ficou pequenininho, encolhidinho.
Podia até caber numa caixa de sapato.
Bem pequeno mesmo.


- De repente crescia, crescia,
espalhava-se para todos os lados,
 crescia, crescia e crescia.
Crescia tanto que ocupava um grande espaço no chão.


-Ficava pequeno de novo, pequeno, pequeno,
bem pequeno e adormecia todo pequenininho.


- Até que amanheceu o sol. O boneco de borracha,
 que estava quietinho, foi se mexendo devagar,
esticando-se para todos os lados, esticando os pés,
 as pernas, o tronco, os dedos, as mãos e os braços.


- Ele levantou-se e virou gente, agora sim,
ele consegue conversar, falar bem baixinho,
com quem está perto dele.


- Essa é a história do boneco de borracha que virou gente.


 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

OBRIGADO PELA SUA VISITA VOLTE SEMPRE...DESIGN DO BLOG:Leonardo Araújo Guedes-Dom de Educar