Pages

Subscribe:

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Movimentos

História do Boneco de Borracha

Objetivo: adquirir consciência corporal, lateralidade e equilibrio
Metodologia: educador e crianças dramatizam o boneco de borracha

  • Era uma vez um boneco de borracha que ficava de todos os jeitos com o corpo, mas não falava, não fazia barulho e mexia-se bem devagar.
  • Ele gostava de passear no jardim olhando as flores coloridas, os pássaros, as borboletas e as abelhas que voavam no alto.
  • De repente, veio um vento forte...nossa! o boneco de borracha ficou tonto e agora ele anda todo torto, virado só para um lado. E assim ele continua o passeio, ufa! O vento parou, e ele então voltou ao normal. Agora conseguia andar tanto para frente como para trás.
  • O vento voltou de novo. Ai, ele entortou-se para frente e anda olhando para baixo. Parece até que procura alguma coisa no chão.
  • Mas de repente, o vento mudou de direção e fez o boneco entortar-se para trás. Agora ele só vê o que está lá no alto: o céu, os pássaros e as borboletas.
  • Finalmente, o vento parou de vez. O boneco de borracha endireitou-se e continuou o passeio observando tudo que estava ao seu redor.
  • Engraçado é que quando o boneco de borracha chegava perto de uma árvore ficava bem magrinho e bem comprido, do tamanho da árvore. Então o boneco andava elegante, esticado e comprido, quase alcançando o céu.
  • Quando chegava perto de uma roseira e sentia o cheiro das rosas, o boneco ficava todo gordo e pesado como um elefantinho. Para andar até fazia um barulhão.
  • Ah! O boneco de boracha estava cansado de tanto passear. Então ele deitou no chão para descansar e ...surpresa! Ele ficou pequenininho, encolhidinho. Podia até caber numa caixa de sapato. Bem pequeno mesmo.
  • De repente crescia, espalhava-se para todos os lados, crescia, crescia e crescia. Crescia tanto que ocupava um grande espaço no chão.
  • Ficava pequeno de novo, pequeno, pequeno, bem pequeno e adormecia todo pequenininho.
  • Até que amanheceu o sol. O boneco de borracha, que estava quietinho, foi se mexendo devagar, esticando-se para todos os lados, esticando os pés, as pernas, o tronco, os dedos, as mãos e os braços.
  • Ele levantou e virou gente, agora sim, ele consegue conversar, falar bem baixinho, com quem está perto dele.
  • Essa é a história do boneco de borracha que virou gente.

As Sementinhas

Objetivos: expressão corporal e ciências: germinação

Figurino:

  1. Sementinhas: crianças vestidas de collant e touca marrom
  2. Chuva: uma criança com branco e tiras de papel laminado nos braços e abaixo do pescoço
  3. Sol: uma criança com collant amarelo com máscara de sol.
  • Várias sementinhas pequeninas estavam escondidas no chão (as crianças se ajoelham e encostam a testa no chão)
  • Elas dormiam um sono....sossegado e bom (viram a cabeça de lado e fecham os olhos)
  • Veio a chuva e molhou as sementinhas, e depois o sol brilhou lindo no céu (crianças que serão a chuva movimentam os braços para cima, para baixo, mexmendo os dedos/ a criança que será o sol também)
  • De repente as sementinhas acordaram (as crianças abrem os braços e bocejam)
  • Devagarinho...bem devagarinho...as plantinhas começaram a aparecer (começam a levantar-se lentamente)
  • Esticaram os galhos e ficaram ajeitadas (esticam os braços um a um)
  • Depois...cresceram,cresceram, e enroscaram-se no varal (vão se esticando, braços no alto, na ponta dos pés e dão um pulo)
  • E cheinhas de flores alegraram o quintal (dão um giro no lugar, braços ao alto mexendo as mãos).






fonte: revista Projeto Escolares Educação Infantil
revista Nova Escola/dez 06

Nenhum comentário:

OBRIGADO PELA SUA VISITA VOLTE SEMPRE...DESIGN DO BLOG:Leonardo Araújo Guedes-Dom de Educar